Parceiros

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Rio+20: ONU reconhece dificuldades em negociar e chegar a acordo para documento final


Rio+20
O diretor do Departamento de Desenvolvimento Sustentável, Assuntos Econômicos e Sociais da Organização das Nações Unidas (ONU), Nikhil Seth, um dos principais negociadores da Conferência das Nações Unidas sobre Sustentabilidade, a Rio+20, reconheceu ontem (14) que há uma série de dificuldades para obter um acordo e fechar o documento final. Diplomático, ele disse que as dificuldades se concentram nas “diferentes interpretações” de cada país sobre questões específicas.
Porém, Seth admitiu que os problemas se concentram em eliminar as divergências sobre seis temas, como a definição de metas, as tecnologias, os financiamentos, a capacitação de pessoas para a execução de programas relacionados ao desenvolvimento sustentável, a compreensão sobre o que significa e representa economia verde e a criação de novas instituições.
Seth disse que até a semana passada, quando os negociadores fecharam o último rascunho do documento, havia 21% acordados. Segundo ele, o percentual subiu para 25%. No entanto, Seth apelou para evitar que se trabalhe com percentuais.
“O acordo deve passar por todo o texto. Não é bom usar essa estatística para avaliar quanto trabalho ainda falta. Mas no documento, ao resolver as questões principais, estará solucionado o texto como um todo”, disse, referindo-se às principais pendências.
A expectativa é que os negociadores fechem a última versão do documento até o dia 19 para que os 115 chefes de Estado e de Governo, que se reúnem, de 20 a 22 de junho, possam assiná-lo. Seth lembrou que é comum, em cúpulas, que a versão final dos textos fique pronta às vésperas da reunião dos líderes políticos.
Reportagem de Renata Giraldi, da Agência Brasil, publicada pelo EcoDebate, 15/06/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceiros