Parceiro

terça-feira, 17 de julho de 2012

Dezenas de milhares de pessoa se manifestam contra energia nuclear em Tóquio


Protesto desta segunda-feira em Tóquio contra a produção de energia nuclear.
REUTERS/Kim Kyung-Hoon
Protesto desta segunda-feira em Tóquio contra a produção de energia nuclear.Dezesseis meses após a catástrofe de Fukushima, milhares de pessoas se reuniram na tarde desta segunda-feira, em Tóquio, para pedir o fim das atividades nucleares no Japão. Segundo os organizadores da manifestação, 170 mil pessoas compareceram ao ato, bem mais que a previsão de cem mil. Para a polícia, foram 75 mil participantes.
“Não precisamos de energia nuclear!” e “Devolvam-nos a região de Fukushima!”, gritavam os manifestantes, com bandeiras coloridas de diversas cidades japonesas, nas proximidades do parque Yoyogi. O protesto reuniu moradores de várias localidades do arquipélago japonês, não só de Tohoku, no noroeste, onde fica Fukushima, mas também de Kyushu (sul), Shikoku (sudeste), Hokkaido (norte) e Kansai (centro-oeste).
“Quero um Japão limpo para meus filhos e meus netos”, explicou a aposentada Akiko Ichikawa, que veio de Shiga, na região central, para protestar na capital.
A manifestação tinha ares de encontro regional, com barracas de várias localidades, música e discursos. Os protestos antinucleares vêm ganhando grande adesão popular nos últimos meses. Apenas um dos 50 reatores no Japão continua em funcionamento, mas as companhias de eletricidade do país querem retomar as atividades, apesar das preocupações da população local.
Matéria da emissora pública de rádio da França, a RFI, publicada pelo EcoDebate, 17/07/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceiros

Parceiros