Parceiro

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Catarina Migliorini pode desistir de perder a virgindade com japonês


Parece que a virgem Catarina Migliorini está apaixonada e não é pelo japonês que a leiloou. Catarina, que estampa a capa da Playboy deste mês, estaria disposta a cancelar o trato que fez pois estaria vivendo uma paixão "platônica".

"O ato pode não acontecer pelo fato que surgiu alguém na minha vida. Talvez. Essa pessoa não sabe disso! Eu conheci e ele deixou meu coração balançado. Ele não sabe dos meus sentimentos por ele... Estou analisando ainda. Estou dividida entre negócios ou amor. Cada um pense o que quiser", disse a jovem ao Programa da Tarde, da Record.

Depois de receber uma graninha da Playboy e receber críticas de todos os lados, vai desistir? Criou juízo? Ou já encheu o porquinho?

Os apresentadores do programa perguntaram à garota sobre o ato está sendo considerado tráfico internacional de pessoas e ela rebateu:

"Aqui no Brasil muitas meninas são exploradas sexualmente. Eu sou uma menina letrada, tenho família, estudei, tive uma boa vida e sei o que estou fazendo. Não fui influenciada por ninguém e penso por mim mesmo."

Explorada é tudo que ela não está sendo, mas de fato não temos como não considerar isso prostituição.

Ela ainda tentou defender sua atitude e utilizou de vários argumentos.

"Eu acho que sempre tem uma primeira vez e ter R$ 1,5 milhão na conta também é bem especial. Não tenho filhos ainda e não sei do futuro. Na época dos nossos avós muitas coisas eram consideradas como imorais, como usar uma minissaia. Essa questão de sociedade, os valores mudam. Os puritanos sempre foram odiados, como Jesus, Sócrates e outros filósofos hoje admirados."

Realmente não é sempre que entram R$ 1,5 milhão na conta de alguém, há de ser considerado, não é mesmo? Só que não, né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceiros

Parceiros