Parceiros

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

O último Tapir de J. B. Eickhoff - Este eu recomendo

Titulo: O último Tapir
Autor: João Balduíno Eickhoff
Editora: Gente do Livro
Ano: 1998
Idioma: Portugues
Páginas: 623
Sinopse: Camerun Tananga e Tatina Tananga, crianças negras, órfãs de mãe, filhos de um orgulhosos chefe muçulmano, foram confiadas a um pastor luterano para serem criadas e educadas como se fossem alemães. O velho Tananga, pai, trabalhava para as forças de ocupação da Alemanha na antiga colônia de Camarões. Perdida a guerra de 1914/18, os soldados alemães entregaram a colônia aos franceses e ingleses. O pastor luterano, com bom número de pessoas do seu rebanho, emigrou para o sul, levando consigo as crianças negras, e se fixou na colônia portuguesa de Angola. No pós-guerra, Tatina e Camerum Tananga, já adultos, estudaram na Alemanha e retornam a Angola depois de formados, Tatina casa-se com o alemão Hans Beck e, a seguir, os três resolvem emigrar para o Brasil. Ali procuram integrar-se à população de origem alemã que povoa as colônias dos antigos distritos de Cruz Alta, hoje municípios.
Superados os temores de um possível preconceito racial, que não houve, empenharam-se em conduzir planos econômicos bem sucedidos. Convivem com os sofrimentos dos descendentes alemães durante a última guerra mundial. Criam e educam os seus filhos, mas no final, a terivél tragédia, ainda fruto de perseguições e abuso de poder dos esbirros da ditadura de Getúlio Vargas.
O Último Tapir  é um romance bem elaborado, abrangente, retrato da vida real, que se lê de ponta a ponta com renovado interesse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceiros