Parceiros

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Xisto e o Passaro Cósmico - Lúcia Machado de Almeida

Título: Xisto e o Pássaro Cósmico
coleção Vaga-Lume
Autora: Lucia Machado de Almeida
Ano: 1985
Páginas: 80
Idioma: português
Editora: Ática

Resumo: Tendo como passageiro um enorme pássaro radioativo, um disco voador se espatifa no mar e uma sequência de fatos estranhos começa a acontecer. O Saca-rolha, um monstro terrível, põe em perigo a vida no planeta Terra. Ao lado do professor Van-Van, o sábio dos sábios, e de seu fiel ajudante Bruzo, Xisto se vê obrigado a entrar em ação.
Que relação pode existir entre a nave espacial caída e o monstruoso saca-Rolha? Como se encaixa nisso tudo o misterioso pássaro cósmico? Acompanhe Xisto e Bruzo nesta aventura fantástica para decifrar um enigma intergaláctico.

Comentário: Notadamente influenciado pelos anos setenta, quando foi escrito, observando-se desdobramentos surreais e bizarros, parecendo um sonho daqueles bem extravagantes. Acompanhe comigo alguns fatos e tire suas conclusões. Em um mundo esquisito, com valorização da ciência, encontramos Xisto, jovem amigo dos pássaros e capaz de entender a conversa deles (humor à parte, e não é que o tico-tico é ligado numa fofoca e o sabiá é metido a conquistador!). Um mistério se inicia com a queda de um disco voador, tendo em seu interior um magnífico e radioativo pássaro azul, com canção apaixonante em fá, seguindo-se uma ameaça ao planeta, fazendo referências a DNA, micro-organismos, telepatia e ainda de brinde o aparecimento de um monstro sem pé nem cabeça (literalmente). Uma salada que pode resultar em leitura não empolgante para quem não se liga nessa zoeira psicodélica ou minimamente interessante exatamente por isso. Fiquei nesse segundo grupo pois, a seu modo, a estória se harmoniza em seu mundo e fiquei estranhamente cativo e curioso com o desdobramento de tudo. Ah, fica fácil de entender depois com o surgimento do menino invisível (de outro planeta, mas é claro, que essas estranhezas não são daqui) e tudo terminar em canções e abraços fraternos, tipo paz e amor, ao som do esplêndido fá sustenido da ave azul. E aí, morou a parada como anos setenta? Gostei e sem receios digo que foi despretensiosamente uma boa leitura. Mas afinal, estranho mesmo é eu, velhão passado dos 40, continuar leitor da Série Vaga-lume.
Af! Espero não ter viajado nos spoilers...

E o resto você vai ter que ler para saber.

Baixar o livro clique no botão abaixo:


Sempre que o botão acima aparecer você pode clicar para baixar o livro da postagem.

Clique neste botão responda ao questionário para participar do sorteio de um livro, ou para deixar sugestão para o blog.
Haverá o sorteio de um livro a cada 100.000 visualizações do blog.

Obs.: O download do livro é somente para facilitar o acesso a quem não tiver condições de adquirir o mesmo em uma livraria, valorize o autor adquira copias originais das obras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceiros