Parceiro

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

A história trágica da canção "Ciao, Amore, Ciao"

"Ciao, Amore, Ciao", de Luigi Tenco, acabou sendo conhecido no Brasil muito mais como um hit jovem, da namorada se despedindo do namorado.

Na verdade, foi uma música intensa sobre os imigrantes que tinham de deixar a Itália devido às guerras e à recessão.

A música concorreu na 17a Edição do Festival de San Remo, interpretada pela belíssima Dalida. Acabou perdendo para "Non pensare a me cantata", de Claudio Villa e Iva Zanicchi.

Decepcionado, Tenco se suicidou em protesto. Anos depois, foi a vez de Dalida seguir o mesmo destino.


Letra da musica:

Ciao Amore Ciao - Luigi Tenco

La solita strada, bianca come il sale
Il grano da crescere, I campi da arare
Guardare ogni giorno
Se piove o c'è il sole
Per saper se domani
Si vive o si muore
E un bel giorno dire basta e andare via
Ciao amore
Ciao amore, ciao amore ciao
Andare via lontano
A cercare un altro mondo
Dire adio al cortile
Andarsene sognando
E poi mille strade
Grigie come il fumo
In un mondo di luci
Sentirsi nessuno
Saltare cent'anni
In un giorno solo
Dai carri dei campi
Agli aeri nel cielo
E non capirci niente
E aver voglia di tornare da te
Ciao amore
Ciao amore, ciao amore ciao
Non saper fare niente
In un mondo che sa tutto
E non avere un soldo
Nemmeno per tornare
Ciao amore
Ciao amore, ciao amore ciao
Ciao amore
Ciao amore, ciao amore ciao

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Parceiros

Parceiros